Data da publicação: 07/08/2023 Última atualização 24/02/2024
Energia

Inicio das operações das Primeiras usinas solares no Nordeste

O Grupo Ludfor, um dos líderes no mercado livre de energia na Região Sul, anunciou o início das operações da Central Geradora Fotovoltaica (UFV) Inajá e da Central Geradora Fotovoltaica (UFV) Buíque, as primeiras usinas de energia solar da empresa no Nordeste. As usinas de Inajá e Buíque têm capacidade para gerar 8.976 MWh e 5.039 MWh por ano, respectivamente - as duas combinadas podem atender a um total de 23 mil habitantes, o equivalente à Ilha de Itamaracá de Pernambuco. 

 

A UFV Inajá está localizada no município de Inajá, em Pernambuco, tem potência instalada de 4,32 MWp e gera aproximadamente 300 empregos diretos e indiretos na região. A produção de energia renovável na usina ajudará na redução de emissão de cerca de 3.285 toneladas de CO2 por ano. 

 

Já a UFV Buíque, no município de Buíque, também em Pernambuco, tem potência instalada de 2,34 MWp e gera cerca de 160 empregos diretos e indiretos no entorno. A produção de energia renovável ajudará na redução de emissão de cerca de 2.100 toneladas de CO2 por ano. 

 

 

Para Douglas Ludwig, diretor executivo da Ludfor, as usinas representam um marco importante para a Ludfor na expansão de suas fontes de geração de energia limpa e sustentável:

 

- As UFVs Inajá e Buíque marcam a entrada da Ludfor na geração de energia solar fotovoltaica no Nordeste. Estamos expandindo nosso portfólio de geração de energia e reafirmando nosso compromisso em contribuir para um futuro mais sustentável, impulsionando a transição para fontes renováveis e a preservação do meio ambiente. O Nordeste é um mercado importante e estamos presentes não só com a nossa filial em Alagoas focada na gestão de energia, mas também com nossas novas usinas solares. 

 

As Centrais Geradoras Fotovoltaicas tiveram um investimento total de R$ 34 milhões e operam sob a modalidade de Geração Distribuída Compartilhada, permitindo a união de diversos consumidores em um consórcio, com a divisão de custos e benefícios da usina. A energia gerada é enviada para os sistemas das distribuidoras locais e utilizada como crédito para abater nas contas de energia dos consumidores participantes deste consórcio.

 

Atualmente, na Origem Energia, braço de geração de energia da Ludfor, existem nove usinas  solares e hídricas em operação, 15 em construção e 20 unidades em fase de projeto. As usinas do grupo têm previsão de entrar em operação até 2025. Os empreendimentos em operação, construção e projeto têm uma capacidade instalada total de 121 MW, sendo a maioria de usinas hídricas, complementadas agora pelas usinas solares.

 

https://www.instagram.com/p/CvsoKi-stJj/

Escrito por:
12+ Comunicação
12+ Comunicação Assessoria Imprensa
Voltar
Compartilhe

Entre em contato!